Santa_Nazaré_Pará
Compartilhe

Mostra Pará Sentir Fé

Mostra
15 jul
30 set

CRAB recebe imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré e inaugura exposição com artesanato do Pará 

 

  • Padroeira do estado marcará a abertura da Mostra ‘Pará Sentir Fé’, inspirada na festa do Círio de Nazaré 

 

A fé refletida no artesanato. É o que o público verá na Mostra Pará Sentir Fé, a partir do dia 15 de julho, no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB). Serão exibidas 200 peças de grandes artesãos do Pará, como os brinquedos de miriti de Mestre Pirias, as cerâmicas da família Santana e as peças em fibra vegetal da comunidade Trançados de Arapiuns.

Uma das celebrações de maior impacto religioso do Brasil, a festa do Círio de Nazaré atrai todos os anos à capital do Pará, Belém, mais de dois milhões de fiéis de todo o país e do mundo. Ao longo dos seus mais de três séculos de celebração, o Círio incorporou importantes objetos e símbolos que hoje estão intimamente associados a Ela, entre eles a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré.

 

Rio de Janeiro _ A fé refletida no artesanato. É o que o público verá na Mostra Pará Sentir Fé, a partir do dia 15 de julho, no Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro (CRAB). Serão exibidas 200 peças de grandes artesãos do Pará, como os brinquedos de miriti de Mestre Pirias, as cerâmicas da família Santana e as peças em fibra vegetal da comunidade Trançados de Arapiuns. Na véspera, o CRAB recebe, pela primeira vez, a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré, que estará de passagem pelo Rio de Janeiro. 

 

Promovida pelo Sebrae/PA, a mostra vai divulgar o melhor da cultura do estado, relacionando a festa religiosa do Círio de Nazaré aos hábitos e costumes do paraense. O arquiteto e mestre em design Erivaldo Júnior, curador da mostra, imaginou traduzir essa relação seduzindo o visitante pelos cinco sentidos humanos: gastronomia (paladar), ritmos musicais (audição), cenários e atrações turísticas (visão), aromas da floresta e suas essências (olfato) e pela produção artesanal de diversos tipos, como cerâmica, fibras, madeira, borracha e sementes (tato).  

 

Em duas grandes salas do CRAB, serão apresentados aos visitantes os cheiros típicos do estado, através das raízes da Amazônia, base de perfumes como patchuli, pau rosa, alfazema entre outros, e como esses materiais e ervas viram artesanato, como as bonecas de cheiro e as mandingas. Pelo sentido da visão, o objetivo é traduzir em objetos o quão impactante é a procissão do Círio de Nazaré, exibindo alguns ex-votos de cera que traduzem a fé das pessoas e suas promessas e graças. O brinquedo de miriti representa o tato, e está presente nos barcos coloridos feitos na fibra leve da palmeira do miriti. O sentido do paladar estará presente na gastronomia paraense, com os utilitários em cerâmica usados na preparação de alguns pratos típicos do Círio, como o Pato no Tucupi, Maniçoba, farofas e geléias, com degustação para o visitante. Por fim, o público será embalado pelos sons do Pará, como o carimbó, lundu marajoara e techno brega entre outros. 

 

“A presença do artesão paraense no CRAB contribui para aumentar a visibilidade de sua produção artesanal. É uma oportunidade ímpar. Já que o CRAB, além de divulgar e promover o artesanato, dá apoio à formalização e desenvolvimento dos artesãos paraenses. E isso reflete diretamente no crescimento das vendas de seus produtos”, afirma Edna Santos, gerente-adjunta da agência metropolitana do Sebrae do Pará e coordenadora da Mostra.

 

Sobre a imagem peregrina.

 

Uma das celebrações de maior impacto religioso do Brasil, a festa do Círio de Nazaré atrai todos os anos à capital do Pará, Belém, mais de dois milhões de fiéis de todo o país e do mundo. Ao longo dos seus mais de três séculos de celebração, o Círio incorporou importantes objetos e símbolos que hoje estão intimamente associados à Virgem, entre eles a imagem peregrina de Nossa Senhora de Nazaré.  

 

Trata-se de uma réplica da primeira imagem de Nossa Senhora de Nazaré e que a Igreja católica paraense leva a diversos lugares do país. Já a imagem autêntica, também conhecida como “imagem do achado”, foi encontrada no ano de 1700 pelo caboclo Plácido às margens do igarapé Murutucu, e está na Basílica Santuário, em Belém. Com 28 centímetros de altura, ela carrega no colo o Menino Jesus, com um globo nas mãos. Aos pés da Virgem, há a cabeça alada de um anjo, símbolo iconográfico da glória celestial. 

 

Serviço: 

 

Endereço: Praça Tiradentes 69/71, Centro do Rio de Janeiro 

Funcionamento: terça-feira a sábado, das 10h às 17h 

Ingresso: entrada franca (mediante documento com foto) 

 

Realização:

Sebrae no Pará

CRAB – Centro Sebrae de Referência do Artesanato Brasileiro

A informação sobre esse evento é de total responsabilidade do organizador do evento.

Filtre um evento CRAB

Tipo do Evento
Modalidade
Estado
Valor
Funcionamento do CRAB no feriado de Corpus Christi
📅 Quinta-feira, 30/05 - fechado
📅 sexta-feira, 31/05 - aberto
📅 Sábado, 01/06 - aberto