Compartilhe

Solo Criativo, uma homenagem aos artesãos do Brasil

Mostra
27 mar
25 maio

Mostra “Solo Criativo, uma homenagem aos artesãos do Brasil”

“O objetivo da Mostra Solo Criativo é exibir, além da obra, um pouco da vida de cada artesão. Por isso, também estamos expondo um depoimento pessoal, fotos de seu ambiente criativo e um objeto afetivo e marcante da vida desse artista”, explica um dos curadores da exposição, o museólogo do CRAB, Victor Glicério. “Optamos por sermos fiéis a esses artesãos, aos seus hábitos, costumes e rituais. O visitante verá um amplo e rico recorte do artesanato que é feito no Brasil”, afirma a analista do CRAB Bruna Santos, também curadora da Mostra.

Solo Criativo ocupará três salas do CRAB. Na primeira, será apresentado ao visitante como é a produção artesanal nas regiões do país. Na segunda sala, o visitante conhecerá como são as oficinas de artesanato e serão exibidas as técnicas de entalhe em madeira, cerâmica e trançados em fibras vegetais. Por último, o terceiro espaço aproximará o público dos artesãos, de forma sensível e poética.

Serão homenageados os artesãos: Edy Ribeiro, de Canoas (RS); Getúlio Damado, do Rio de Janeiro (RJ); Jefferson Paiva, de Santarém (PA); João das Alagoas, de Capela (AL); Marcelo Baptista, de Florianópolis (SC); Mayawari Menhinako, do Alto Xingu (MT); Mestre Nicola, de Jaboatão dos Guararapes (PE); Nacib – Núcleo de Arte e Cultura Indígena de Barcelos, de Barcelos (AM); Viníciu Fagundes, de Goiânia (GO); e Mário Teles, de Divinópolis (MG).

 

Sobre o CRAB

O CRAB tem como missão promover o artesanato nacional e contribuir para qualificar a imagem dos produtos feitos à mão no Brasil. Desde a sua abertura, o CRAB realizou 32 grandes exposições e mostras; reestruturou seu acervo e sua política de conservação e catalogação de peças; desenvolveu, captou e disseminou conteúdos estratégicos do artesanato; estabeleceu o Programa de Visitas Guiadas e o Programa Educativo; além de ter participado de diversos eventos estratégicos que contribuíram para o seu posicionamento enquanto equipamento cultural que dissemina conhecimento e experiências inventivas.

Em suas galerias estão ou passaram importantes trabalhos de artesanato, revelando histórias, origens e territórios. Atualmente, abriga uma coleção de 1.700 itens, que representam a expressão da cultura popular e da criatividade brasileiras. Entre as obras mais significativas estão algumas cerâmicas de Zezinha do Vale de Jequitinhonha (MG), de João Borges (Teresina-PI), João das Alagoas (Capela-AL), Maria Sil (Capela-AL) e as esculturas em madeira de Abelardo dos Santos (Ilha do Ferro-PI). No CRAB, o artesanato é valorizado como objeto de arte e de desejo.

 

Presente e passado em prédio histórico

O CRAB também é um local de memória urbana e um importante distrito criativo do Rio. O espaço possui uma estrutura moderna, que convive com o padrão construtivo do século XVIII. Esse cenário arquitetônico revitalizado valoriza e destaca o artesanato brasileiro, contribuindo para a afirmação cultural da Praça.

No CRAB, as áreas de convivência são projetadas para estimular relacionamentos e troca de informações. Há também espaços multiúso, como auditório e salas para oficinas e workshops – ambientes destinados à capacitação, formação, pesquisa e experimentação. O complexo arquitetônico do CRAB é um bem tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN); Instituto Estadual do Patrimônio Cultural (INEPAC) e Instituto Rio Patrimônio da Humanidade (IRPH). Os três prédios integram o Corredor Cultural do Rio Antigo.

 

Serviço:

Endereço: Praça Tiradentes 69/71, Centro do Rio de Janeiro

Funcionamento: terça-feira a sábado, das 10h às 17h

Ingresso: entrada franca (mediante documento com foto)

Website: https://crab.sebrae.com.br/

A informação sobre esse evento é de total responsabilidade do organizador do evento.

Filtre um evento CRAB

Tipo do Evento
Modalidade
Estado
Valor